Faça essas 5 coisas se quiser ter um lar seguro

camera de segurança para um lar seguro
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Qual o tamanho do seu amor pela sua casa? Com toda certeza é enorme, afinal, é nela que estão as pessoas mais especiais da nossa vida. Por isso, é preciso pensar em tudo para que o ambiente seja confortável e adequado a cada um deles.

Um ponto importante, onde não deve haver economia, é a segurança. Ter um lar seguro é essencial, afinal, nunca sabemos quando imprevistos podem acontecer e não podemos pagar para ver., mas você sabe do que um lar precisa para estar totalmente protegido?

A fim de responder a esta pergunta, reunimos dicas práticas com coisas que devem ser pensadas para garantir sua proteção e a segurança de todos os seus entes queridos. Confira abaixo:

Rede de proteção torna o lar seguro

A tela de proteção deve ser um dos primeiros itens a serem considerados. Ela oferece inúmeros benefícios a uma casa ou apartamento. Além disso, ajuda a evitar a fuga dos animais de estimação, proteger as crianças contra quedas e ainda inibir a entrada de pássaros e pombos dentro da casa ou apartamento.

Ela pode ser colocada na varanda e em janelas, tanto as mais altas quanto as mais baixas, e até mesmo no corrimão de escadas. Por isso, é um item indispensável em um lar seguro.

Muitas pessoas têm receio em usar a rede de proteção por uma questão estética, acreditando na ideia de que o material é feio e não vai combinar.

Mas isso é um grande mito. Atualmente, o mercado oferece vários formatos e tamanhos, tornando possível encontrar um produto que combine bem com o seu espaço, unindo segurança e beleza em um mesmo local.

O ideal é buscar uma empresa que seja especializada na instalação do produto, afinal, se ela não for manuseada corretamente, acaba por perder sua capacidade de proteção.

Além disso, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) regulamenta as regras referentes à produção, instalação e qualidade das telas de proteção, por meio da NR 16046:2012.

É importante lembrar que a rede de proteção é um material que requer cuidado e, principalmente, manutenção periódica. Isso porque os ganchos podem se desprender da parede por consequência da ação do tempo.

Pode também não ficar fixado o suficiente, deixando a rede bamba. E ainda, o próprio material pode ir se corroendo e perdendo a segurança. Neste caso, verifique com o fornecedor o tempo de manutenção e não deixe de acionar uma equipe especializada quando a hora chegar.

Sensor de movimento

Os sensores de movimento estão se tornando cada vez mais comuns quando o assunto é segurança. Ele pode auxiliar a deixar seu lar seguro. O mais utilizado em residências é o sensor de movimento passivo, que, ao ser ativado, dispara um alarme ao sentir determinada temperatura corporal. Avisando que há um intruso no local. Importante: se ele disparar, chame a polícia, afinal, nunca se sabe o que irá encontrar pela frente. Isso é trabalho para profissionais qualificados.

Câmera de segurança

Unida ao sensor de movimento, a câmera de segurança irá trazer ainda mais proteção ao lar. É, inclusive, bastante comum ver prédios, casos e comércios com câmeras de segurança em locais estratégicos.

O interessante desse dispositivo é que a pessoa poderá recuperar imagens do que aconteceu em sua casa no período em que ela estiver fora do lar. Ou até mesmo acompanhar em tempo real o que acontece dentro e fora da sua casa enquanto ela não está.

Situações como tentativas de arrombamento e roubos podem ser inibidas com a presença de uma câmera. Caso não seja o suficiente, com as imagens, será mais fácil entender o que aconteceu, podendo até mesmo auxiliar na investigação.

Grades ou portõezinhos

Em casas com crianças ou animais, os portõezinhos podem ser uma escolha interessante. Isso porque as crianças são curiosas e gostam de explorar o ambiente à sua volta. Por isso, para evitar sustos e acidentes, um portão de isolamento é ideal. Ele pode ser instalado na ponta de escadas e até mesmo nas portas de saída.


Já para os pets, o ideal é colocar em cômodos onde a família prefira que eles não entrem. Ou em locais onde se guarda produtos de limpeza e semelhantes, por exemplo, já que eles podem acabar comendo ou fazendo uma grande bagunça.


Pisos antiderrapantes


Outro item indispensável para um lar seguro são os pisos derrapantes. O ideal é colocá-lo em ambientes onde há maior risco de queda. Nas escadas internas ou externas, por exemplo, eles são mais do que bem-vindos. Esse tipo de piso irá ajudar até mesmo na hora de limpar, pois evita acidentes, podendo assim jogar água e tudo o mais de forma mais segura.


O piso antiderrapante também é indicado para a parte externa da casa, principalmente se esta tiver piscina. Se for o caso, além do antiderrapante, é importante optar por um piso que não esquente com o sol, para evitar queimaduras na sola do pé.


Protetores de tomada


Mais uma dica para quem tem cachorro ou criança em casa. Os protetores de tomada, também conhecidos como capa de tomada ou tampa de tomada, quase nunca são lembrados. Mas, trata-se de um item indispensável quando a história é se ter um lar seguro.


O mais indicado são os protetores de tomada com chaves, pois, nesse modelo, a criança não consegue remover de forma alguma. Para reforçar a segurança, as chaves devem ser guardadas fora do alcance dos pequenos.


Agora sim: lar seguro!


As dicas parecem ser simples, mas quando feitas corretamente garantem o bem-estar, conforto e, principalmente, segurança das pessoas que estão ali. Com isso, a garantia de momentos bons e tranquilos está feita!


Que tal seguir todas elas desde já? Não perca tempo!