Quais os desafios da liderança na pandemia?

líder sendo desafiado
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Em pouco tempo a sociedade como um todo teve que mergulhar num mar de incertezas para tentar sobreviver a essa crise. Mudamos nossa forma de interagir, transformamos a maneira como consumimos, assim como novas relações de trabalho foram surgindo e ganhando espaço.

A economia e o mercado de trabalho se viram em completa crise, e o melhor movimento seria adaptar-se ao cenário em questão. A liderança na pandemia tem assim um papel fundamental no redirecionamento da realidade trabalhista. 

Os desafios são vários, o contexto corporativo está bastante prejudicado e sair desse cenário exige uma liderança inovadora, capaz e comprometida em transformar a realidade atual. Buscando mudança, adaptando-se e melhorando a gestão de sua empresa e de seus colaboradores. 

desafios da liderança na pandemia

O que a liderança na pandemia enfrentou até o momento? 

A pandemia trouxe para o espaço corporativo uma elevada carga de estresse e insegurança. As pessoas se depararam com incertezas financeiras, preocupações familiares e adaptações no trabalho (home-office, horários flexíveis, modelos híbridos). 

No entanto, nem todas essas adaptações atenuaram o cansaço, a frustração e o estresse dos profissionais. As lideranças na pandemia tiveram que reformular muita coisa para que suas equipes se mantivessem produtivas e engajadas no ambiente de trabalho:

  • As lideranças na pandemia tiveram que se adaptar às novas demandas geradas por um novo sistema corporativo, remodelando seu modelo de trabalho. Oferecendo ferramentas para que seus colaboradores pudessem trabalhar em segurança. 
  • Aumento no investimento de tecnologias para dar suporte ao trabalho remoto da equipe e da empresa. 
  • Gerir uma equipe à distância. Para a liderança na pandemia um dos maiores desafios enfrentados foi justamente conduzir os trabalhos de seus colaboradores e apenas pelo contato virtual conseguir perceber suas necessidades e ajudá-los. Estabelecendo limites entre vida pessoal e profissional. 
  • Como também, adaptar-se a reuniões online por vídeo chamada, compreender o momento de falar e o de ouvir. E transmitir segurança à equipe sem nenhum contato presencial.  

Quais serão os desafios para a liderança no pós-pandemia? 

 Aumentar o foco na equipe

Uma das maiores dificuldades encontradas nessa pandemia foi conseguir manter o foco trabalhando de casa. Apesar de o modelo home-office oferecer uma certa segurança ao profissional por ele não estar exposto, a pessoa passa todos os dias diante da tela do computador. 

Basicamente todas as formas de interação se dão virtualmente, por apps , mensagens, vídeos. Cada vez é mais difícil manter a atenção numa única tarefa.Uma liderança na pandemia que se propõe inovadora deve olhar para essas questões com mais atenção, facilitando o trabalho da sua equipe com direcionamentos mais claros e objetivos para suas tarefas.  

Mais empatia no ambiente de trabalho

As altas demandas no trabalho combinadas ao isolamento social não são situações fáceis e que muitas vezes podem ser combustíveis para quadros de estresse, cansaço e depressão de um profissional. Em momentos como esse, ter empatia pelo outro e entender que o cenário não está saudável é fundamental. 

Tanto a liderança quanto os colaboradores enfrentam mudanças radicais na esfera pessoal e profissional. Estamos num momento de muitas fragilidades e nada mais humano do que facilitar o trabalho de todos, aumentar o vínculo e a confiança nas relações de trabalho. 

Resolutividade 

Tendo em vista toda a consequência dessa crise, a liderança na pandemia precisará ter a habilidade de inspirar confiança e segurança aos seus colaboradores para enfrentar um futuro de retomadas difíceis.